Destaque

VÍCIO EM DROP: PORQUE O TEU CÉREBRO DESEJA TANTO O DROP?

VÍCIO EM DROP: PORQUE O TEU CÉREBRO DESEJA TANTO O DROP?

Uma sensação de formigamento cresce pela tua coluna. O teu coração bate mais forte. A tua respiração fica mais rápida. O ápice da música chega e então… aí vem o drop!

É um momento em que ficamos em êxtase. Mas já pensaste sobre o que está a acontecer no teu cérebro para provocar essa reação fisiológica?

É o que a estudante da neurociência, Kiralee Musgrove, está a estudar no PhD. Primeiramente, aqui está uma explicação científica do que seria o “drop”:

“O DROP TENDE A SEGUIR O MOMENTO DE ‘QUEBRA’ DA MÚSICA, E ENTÃO TRAZ DE VOLTA O ÁPICE E TODA ENERGIA,” EXPLICA KIRALEE.

“O ÁPICE É ONDE O DJ/PRODUTOR ADICIONA CAMADA SOBRE CAMADA DE ELEMENTOS MUSICAIS, OS RITMOS PARECEM COMPRIMIDOS, O VOLUME CONTINUA SUBINDO E FINALMENTE CHEGA AO PONTO DO DROP.”

O estudo de Kiralee está focado em olhar atentamente para a relação entre a antecipação desse ápice e a recompensa que temos quando ouvimos o drop.

A teoria de Kiralee é de que o desejo que sente-se enquanto a “tensão musical” continua crescente é processado no cérebro como outros desejos, como por exemplo aqueles associados com distúrbios alimentares, vícios de drogas ou até mesmo TOC. Graças à previsibilidade do EDM, nós sabemos quando o drop está vindo, e assim antecipamos essa parte, aumentando o desejo.

“NÓS ACHAMOS QUE AS MÚSICAS QUE PROVOCAM UM DESEJO MAIS INTENSO SÃO MAIS PROPENSAS A GERAR PRAZER QUANDO OUVIMOS O DROP,” DISSE A CIENTISTA.

Como amantes da música, sabemos que ela tem um profundo impacto sobre nossas emoções, e pode te tomar por inteiro para um experiência corporal completa, mas a maneira de como a música é processada no cérebro ainda é um pouco misteriosa.

“A MÚSICA É DIFERENTE DE OUTROS ESTÍMULOS DE ÁUDIO, POR ISSO NÃO É COMO A LINGUAGEM. ELA TENDE A FAZER NOSSO CÉREBRO FUNCIONAR DE UMA MANEIRA DIFERENTE. A NEUROCIÊNCIA MUSICAL ESTÁ TENTANDO ENTENDER O PORQUÊ DISSO.”

Uma região do cérebro que é ativada por ouvir música que gostamos é a parte primitiva do cérebro, que processa recompensa, conhecida como nucleus accumbens, o que é surpreendente quando se considera que é por isso que os seres humanos sentem o prazer neste momento.

“O PRAZER NOS RECOMPENSA POR FAZERMOS COISAS BOAS, COMO POR EXEMPLO COMER, MANTER RELAÇÕES SEXUAIS. NÓS SENTIMOS PRAZER COM COISAS POR UM MOTIVO,” DIZ KIRALEE.

“MAS COM A MÚSICA É UM BEM CURIOSO. NÓS NÃO ESTAMOS REALMENTE CERTOS DO PORQUÊ DE EXTRAIRMOS O PRAZER DA MÚSICA, PORQUE NÃO É UMA COISA ESSENCIAL À VIDA.”

Kiralee espera que seu estudo demonstre que ouvir EDM pode ajudar as pessoas com seus desejos.

“PODEMOS NÃO SER CAPAZES DE NOS LIVRARMOS DOS ‘MAUS DESEJOS’, PORÉM PODEMOS ALIVIAR ESSES DESEJOS AO PONTO DE CONSEGUIRMOS TRATÁ-LOS COM UMA TERAPIA.”

Fonte: Play EDM


Partilha com os teus amigos...
Share on Facebook0Tweet about this on Twitter0Share on Google+0Share on LinkedIn0

Rodrigo Marques

Agosto 17th, 2016

No Comments

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

CLOSE
CLOSE