Destaque

DESMITIFICANDO O TERMO EDM – EPISÓDIO 1

DESMITIFICANDO O TERMO EDM – EPISÓDIO 1

Hoje vamos desmistificar o termo Electronic Dance Music (EDM). O termo EDM representa a música eletrónica, vista principalmente em casas noturnas, festas, e festivais por todo o mundo.

Apesar de bastante generalista, o termo EDM passou a ser utilizado em meados dos anos 2010, para designar especificamente uma variação do mercado da música eletrônica (David Guetta, Calvin Harris, Avicii, Hardwell, Tiësto, entre outros, são dos artistas mais conhecidos neste ramo), com orientação visivelmente pop e marcadamente paralela à musica eletrônica produzida sobretudo na Europa, oriunda do underground. 

Este termo é definitivamente generalista, e que dentro do chamado EDM, existem inúmeros gêneros de música eletrônica. O que as pessoas classificam como EDM, é na verdade conhecido como “Big Room”, ou seja, estilo de “espaço grande”, voltado para grandes públicos, em festivais por exemplo, e que geralmente se caracteriza por ter uma melodia simples, batidas regulares, e synths genéricos – feito para agradar as “massas”, ou seja, uma cultura pop.

Portanto, o termo EDM para especificar um estilo é errado. Como a própria tradução diz, musica eletrônica de dançar, ela engloba tudo. Outro indício de que isso não é engessado se dá pelo fato de que os DJs, na maioria das vezes, tocam mais de um estilo e de gênero, às vezes com outros nomes, projetos ou não. Portanto, nosso objetivo aqui não é classificar os DJs dentro de estilos, pois isso seria uma missão impossível, além de gerar controvérsias. Por exemplo, o holandês Hardwell, que pode ser classificado como Progressive House, também toca Electro House, e com influência de Hardstyle.

Fonte: Play EDM (Victor Flosi)

Partilha com os teus amigos...
Share on Facebook0Tweet about this on Twitter2Share on Google+0Share on LinkedIn0

Play EDM

Junho 18th, 2016

No Comments

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

CLOSE
CLOSE